sábado, 17 de maio de 2008

Como um acidente doméstico se transforma num ensaio filosófico...

Passei pelo sítio do PsychoMind e voltei de lá a sorrir com este post sobre advertências estúpidas escritas em diversos produtos. Retive esta, por razões que em breve vos serão reveladas:

Na embalagem da tábua de passar a ferro da Rowenta:"Não engomar a roupa sobre o corpo"

Sobre esta frase ocorrem-me dois pensamentos:

a) Há aí uma liberdade de utilização que é completamente castrada, porque sendo o acto de passar a ferro resultante da vontade do dono da tábua, do ferro, da roupa e do próprio corpinho, porque diabo é que há-de vir um tipo qualquer dizer como é que havemos de passar a ferro?

b) a minha tábua de engomar claramente não é da Rowenta, porque se fosse, e eu tivesse lido a advertência, talvez tivesse pensado melhor e não tinha ficado assim, marcada a ferro e fogo, qual vitelinho da 'Ponderosa':


Antes que me considerem mais débil mental do que já me dou a parecer, deixem-me dizer três coisas:


a) Eu não passo a roupa no corpo habitualmente. Mas tinha um vinco no punho do camiseiro, que me tinha escapado aquando da passadela inicial, que ocorreu, como é suposto, em cima da tábua, e estava cheia de pressa.

b) quero enfaticamente chamar a atenção para o formato da queimadura, que lembra um peixe. Estou muito orgulhosa pelo facto de conseguir queimar-me artisticamente!

c) deste episódio, que não resultou de estupidez nem ingenuidade , mas tão somente de um risco calculado que calculei um bocado ao lado (eu sei que não é suposto engomarmo-nos com a roupa vestida, mas estava com pressa. E tentei ter cuidado. Obviamente, sem sucesso!), estabeleci um paralelo com outras experiências passadas: quantas vezes não sabemos do perigo ou riscos envolvidos em determinada acção na nossa vida e não nos atiramos de cabeça na mesma? É tudo uma questão de estar preparado para o resultado final e aceitar as consequências com a graciosidade possível. Se eu não sabia que me podia queimar? Claro que sabia. Mas também sabia que podia não me ter queimado, e despachava-me mais depressa. Correu mal... paciência. Vou deixar de engomar um punho de camiseiro em cima do punho? Durante uns tempos, provavelmente. Mas será que nunca mais vou engomar um punho de camiseiro em cima do punho? Dificilmente! Terei mais cuidado se o voltar a fazer? Com toda a certeza! Erra e aprende, para poderes errar melhor no futuro. (Claro que sim. Para a próxima, pelo menos ponho o ferro no mínimo!)
Mas agora a sério: fazemos isto todos os dias. Talvez não o engomar a roupa no corpinho, felizmente, mas todos os dias somos confrontados com os resultados das nossas escolhas. Importante é que as façamos, as escolhas. E que calculemos o risco. E que estejamos preparados para aceitar qualquer desfecho. Com mais ou menos cicatrizes. Cada uma conta-nos uma história; cada uma é um pontinho no nosso mapa. As mais fundas dizem-nos para não voltar a passar por ali. Outras, para passarmos com mais cuidado. E outras, por fim, aquelas que já quase não se notam, servem para nos fazer recordar e sorrir, seguindo em frente. Essas são as melhores. Que nunca ninguém menospreze o valor de uma cicatriz! (especialmente se ela tiver a forma de uma dourada anoréctica)

Portanto, e no limite, ainda bem que me queimei, pois tive a oportunidade de produzir estas extraordinárias cogitações...Além disso, deu azo a imensas demonstrações de simpatia no trabalho e no círculo amigável. Pelo menos até eu explicar o porquê do 'burn-aid'... ;)
E estou ainda particularmente orgulhosa da forma positiva como estou a encarar isto porque esta bodega doeu-me como o caraças!

22 comentários:

  1. Se estavas cheia de pressa, porque não optaste antes por dobrar a manga da camisa? Terias corrido menos riscos mantendo a indumentária que escolheste para esse dia. Seguiste o caminho mais perigoso ;) Sim, porque escolher outro camiseiro teria levado pelo menos duas horas :p Mulheres!!!

    Acho que essa tatuagem piscícola simboliza aquilo que os nativos de Peixes insistem em não fazer ou fazer mal, as escolhas. E tu teimaste em não fazer outra escolha. Foste teimosa e subestimaste o risco. Quando tinhas outra alternativa com menos probabilidade de causar dor.

    Buona domenica! ;)

    ResponderEliminar
  2. eu cá engomo, mas já me senti engomado... e então com calor à mistura...ui! melhoras...


    beijinhos

    ResponderEliminar
  3. o que já me ri com o teu post!!!
    Sabes onde tenho queimaduras do ferro? na parte superior da coxa por engomar a saia, ou calças em cima da cama e em cuecas..sem exagerar já fiz isso tantas vezes..e de cada vez penso : porque raio não passei a ferro ontem a noite!!?"
    Vida de mulher sempre a correr...
    bom domingo Safira!!

    Quanto ao peso do meu mijoquinhas ele só começou a engordar depois de ser esterilizado, até lá também era magrela!
    beijinhos

    ResponderEliminar
  4. OLÉ, OLÉ!!! O SPORTING É CAMPEÃO!!!!!!!!!!!
    SPORTINGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
    SPORTINGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG

    beijos

    ResponderEliminar
  5. Adorei assistir à derrota do Porto, os tipos têm mesmo mau perder bah!

    Parabéns!!!

    ResponderEliminar
  6. O que já me ri por aqui!

    O teu ensaio filosófico tem algumas falhas, a primeira das quais é a seguinte: caraças, prefiro aprender (eventualmente com os erros) sem me queimar! É que isso dói, pá!

    E depois, também devias aconselhar a malta a não experimentar, pois não é garantido que o formato da cicatriz venha com essa forma de peixinho (de dourada anoréctica ou de carapau), em vez disso pode surgir numa forma alternativa mesmo apelativa, tipo lagartixa ou moscardo... ;)

    Parabéns também pelo teu Sporting!!!

    Jinhos!

    ResponderEliminar
  7. Olá!
    Mas aprendemos sempre com os nossos erros...talvez da pior e mais dolorosoa maneira ;=)

    Beijocas
    Boa semana

    ResponderEliminar
  8. loool eu tambem li tambem me fartei de rir á coisas que n fazem sentido nenhum, mas sabes que provavelmente á quem seja de tal maneira idiota ao ponto de o fazer

    Beijinhos
    Boa semana

    ResponderEliminar
  9. e já pensaste em tentar uma queimadura na forma de uma paisagem com uma praia e o por do sol ao fundo?(sem esquecer os coqueiros!)

    ResponderEliminar
  10. Viajante: Impressão minha ou estou a levar um enorme sermão?...
    As tuas sugestões indicam um pensamento muito cartesiano que não entra em linha de conta com outras variáveis nomeadamente o seguinte: só tenho um camiseiro vermelho e já estava maquilhada e 'adereçada' para essa cor. Logo não ia mudar a indumentária toda só por ter medo de me queimar.

    Não foi o risco que eu subestimei, foi a minha habilidade. Tivesse eu feito as coisas com mais calma e não estaria tatuada. MAs, sabes que mais? Gosto imenso da minha tatuagem. Mesmo infectada e tudo... (sim, que isto agravou-se durante o fds)
    Baci

    Rocket: mais um sobrevivente da nobre arte do engomar...
    Beijinhos calcinados

    Carvoeirita: bolas, ainda és pior do que eu! ;) Eu às vezes passo à pressão em cima da mesa, ou no braço do sofá, mas na cama, de facto, acho que nunca aconteceu.
    É mesmo isso: vida de mulher sempre a correr. Queria ver um homem a dar palpites se fizesse metade do que nós fazemos!
    Pois... mas os meus dois gatos já estão eunucos e mesmo assim são elegantes. E só comem e dormem. Diabo da ração, deve ser mesmo boa, então. Tb o que ela me custa dava para pagar a uma engomadaria todos os meses! Assim n me queimava ;)

    Gata: SOMOS OS MAIORES!!!!! MAS FOMOS ROUBADISSIMOS, QUE O PRIMEIRO GOLO FOI LIMPO. NÃO ERA FORA DE JOGO NEM AQUI NEM NA CHINA!MAS FOI LINDO!!! VISTE, VISTE OS MENINOS A ERGUEREM A CAMISOLA DO LIEDSON? ASSIM É QUE É. UMA EQUIPA A SÉRIO!
    bEIJOS VERDES E BRANCOS (da cor das minha unhas hoje...) (sim, não bato bem, mas a malta gosta de mim na mesma. Por enquanto)

    Viajante: sim, os azulinhos são sempre assim. Fairplay é uma palavra que não conhecem. Já de cotoveladas percebem eles. Aquele Bruno Alves é um bruto!
    Mas tive pena do Raul Meireles, que jogou imenso e em sacrificio. Os outros por mim podiam arder todos numa fogueira que eu nem pestanejava.

    Teté: sabes que eu tenho a mania das heroinas russas, muito sofredoras e dramáticas... ;)
    Mas malta que me lê 'não façam isto em casa!'. Pronto, já estão avisados.
    Quanto à tatuagem, para a próxima vou tentar que fique um leão. Isso é que era!!! E adequado à ocasião, que os meus meninos só me dão alegrias ultimamente. ViVa Viva o meu Sporting! E obrigada pelo teu desportivismo também!
    Beijos

    MJF: sim, e não raras vezes a dor física é preferível à dor de alma.
    Beijos

    Enfim: pois...deve ser para se prevenirem de ser processados por essas pessoas idiotas, como nos EUA em que uma mulher ganhou um processo contra um fabricante de microondas porque não estava especificamente escrito que não era suposto colocar o gato lá dentro, e o bicho explodiu. Estranhamente, ganhou.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  11. Vício: ainda ando a apurar a técnica. Primeiro naturezas mortas, depois paisagem ;)

    ResponderEliminar
  12. E ainda há gente que diz que eu é que sou maluco....
    ;o)

    ResponderEliminar
  13. Engomar no corpo????? Mas onde é que estavas com a cabeça?

    A mim já me deu, também porque estava com pressa, para engomar em cima da mesa da cozinha... a marca ficou lá também.

    Mas tens jeito... até saíu um peixinho bonito!

    ResponderEliminar
  14. PS - Esqueci-me de te dar os parabéns pela vitória do Sporting. Já viste isto: uma benfiquista a dar os parabéns a uma "lagartixa"? Isto sim, é fairplay!!!!

    :D

    ResponderEliminar
  15. Sorrisos: por acaso tens muito que falar, tens... ;) O Carriço que o diga!

    Carracinha: mas não foi no corpo, foi só no bracinho... :(
    O 'peixinho' agora está assim com um aspecto de bacalhau seco, e uma bolha 'vai não vai'...não tinha sido má ideia ter comprado a porcaria da pomada...
    Tu és uma querida! Tanto pelo beijinho que deixaste mais abaixo (obrigada) como pelo desportivismo. Obrigada!!! Os meus meninos são LINDOS!!! :D

    ResponderEliminar
  16. Anónimo Escaldante19 de maio de 2008 às 21:55

    Isso só pode ser sinónimo de algum sentimento reprimido...

    ResponderEliminar
  17. Sermão, eu? Nah, que ideia!
    By the way, serviu-te o chapelito? ;)
    Não era necessário tanto latim e tanta passadela a ferro, bastava dobrares as mangas, mas pronto, o mulherio gosta de complicar heheheh

    Avanti

    ResponderEliminar
  18. LOOOOOOOOOOOOOOOOL, adorei como "escondeste" a asneirita no meio de um pensamento filosófico, LOOOOOOOOOL. Ah pois, eu tb aprendi a lição: não voltar a empilhar mal os pirexes, se não... já tirei os pontos, agora é uma cicatriz feiosa em forma de cicatriz feiosa.
    Parabéns ao teu sporting! Mereceu, porque jogou bem melhor. Havioa eu de ser mãe daquela malta e apanhavam uns pontapés por terem parecido um bando de macacos azuis a tropeçarem numa bola...grrrrrrr

    ResponderEliminar
  19. Epá, finalmente tenho um anónimo. E escaldante, ainda por cima! Boa!TEnho vários sentimentos reprimidos, a maior parte dos quais passa por espancar violentamente diversas pessoas.

    Viajante: De todo, os chapeús não me acentam muito bem. Tenho cabelo demasiado rebelde...
    Avanti sim, mas só quando eu disser! ;) Já disse. End of question. :)

    Vani: Oh, tadita! Espero que já n te doa...mal por mal prefiro queimar-me, porque não envolve agulhas. BRRRR....

    ResponderEliminar
  20. Então esse poder de argumentação!?
    Agora a coisa vai a poder de murro...
    Avanti :))

    ResponderEliminar
  21. Xi, nem me digas nada...eu contei-te que me deu um badagaio e ia desmaiando? E só foram dois pontos LOOOOOL. Nada que umas colheres de açucar e uns tabefes não resolvessem.

    ResponderEliminar