segunda-feira, 5 de outubro de 2009

Decidi combater a crise...


...passando a ser produtora independente.


Resta-me apenas contornar algumas questões relativamente às minhas produções e aos seus resultados, a saber:



  1. Cumpri miseravelmente a minha quota de produção de tomate. Só me saiu isto de uma dezena de pés que plantei e cuidei com amor e carinho, com as varas e os fiozinhos e o tra la la todo. Tanto trabalho para quase ter de ir buscar uma lupa para os ver. Tudo bem... pronto, são mirradinhos mas são de graça!(a foto tem o zoom no máximo...)


  2. A nespereira não dá sinais de querer dar fruto. Bem sei que não estamos na época, mas tenho esta coisa há uns três anos, e só me dá folhas... Estou em crer que me está a escapar alguma coisa.


  3. O limoeiro, essa besta que se vê no fundo da foto acima, teve flor duas vezes, e por duas vezes vieram os pássaros e comeram-nas. Digo eu que foram pássaros. Detestaria imaginar que existem insectos suficientemente grandes para me levar as flores do limoeiro na minha varanda. O senhor que mo vendeu disse que ele tinha de ficar exposto ao luar. Mas não me disse de que galáxia, porque o da nossa não me parece estar a fazer muito por ele. Again, só folhas, e muito mal organizadas, aquilo cresce sem rei nem roque. Se eu soubesse podar era capaz de ajudar, penso eu. Lamentavelmente, não sei!
  4. O morangueiro dá morangos o ano todo. E quase do tamanho dos tomates lá de cima. Mas só tenho dois pés, o que me dá uma média de cinco ou seis morangos de dois em dois meses... e, pronto, não são muitos doces. Mas são bonitos. Não se pode ter tudo...


  5. My pride and joy, o mangericão. Este já é de segunda geração, sementinhas recolhidas das flores da sementeira anterior. Aconselho vivamente todas as pessoas frustradas porque matam plantas a semear mangericão num vaso. Isto cresce como se não houvesse amanhã e dá-se em todo o lado. E podem esquecer-se de regar durante dias, até ficar a folha murcha, um bom banho e a coisa revive. Adoro o mangericão! E cheira que é um mimo, também. E sabe ainda melhor com a bela massinha ou na salada de tomate. Eu não coloquei nos tomates lá de cima: achei que se iam sentir mal por serem mais pequenos que uma folha de mangericão. Sou uma agricultora preocupada com os sentimentos das leguminosas. Embora tecnicamente o tomate seja um fruto, claro.


  6. E por fim, a minha mais recente aquisição: a alface. O meu grande investimento do mês: cinquenta cêntimos em pézinhos de alface. Deu para seis!!Fingers crossed, irão vingar. Ok, ok, vão ser ser alfaces minorcas, mas pronto, eu só tenho vasos, não sou latifundiária! Em contrapartida preocupo-me com o bem estar das minhas sementeiras: quantos pés de alface se podem gabar de estar semeados com vista para o Atlântico?(foi só mesmo para meter nojo com a vista...)

E pronto, assim se encerra o devaneio sobre a minha hortinha suspensa ao pé do mar. Um dia hei-de ter uma a sério, com tudo bem aradinho, árvores de fruto e um espantalho. Quem sabe, até posso levar alguém do escritório...

25 comentários:

  1. se levas alguém do escritório o mais certo é nunca mais teres um folha de manjericão sequer :P

    E falando no que te dá mais...folhas aproveitáveis, já fizeste tarte de tomate, manjericão e mozarella? Maravilhosa!!
    Eu tenho um vasito dele e farto-me de fazer esta tarte :)

    quanto aos tomates não serão tomate cherry??? :D

    Beijocas

    ps - só há uma coisa que não percebo no meio disto tudo...o que tem esta música a ver com a horta???? :P

    ResponderEliminar
  2. epa, que grande crise vai nessa varanda..

    na minha modesta opinião, apesar de ter explicação para quase todos os fracassos (se é que de fracassos se tratam) acho que as plantas têm é medo de cair do 3º andar (pela altura a que estão os carros, parece-me um 3º andar)desta forma mantêm-se rasteirinhas a crescer mais para debaixo de terra para se manterem bem agarrdas, não vá uma pontada de vento as pôr a voar

    já agora, sabes o que é que dá muito bem em vasos?

    salsa, coentro e hortelã

    :)

    bj

    ResponderEliminar
  3. O Sahara, o Góbi e o Calaari concentrados numa varandinha.
    Muito bom.
    Eu apresentava os tomates como argumento nas negociações da PAC...
    :D

    ResponderEliminar
  4. Este comentário foi removido por um administrador do blogue.

    ResponderEliminar
  5. olha quem tem mesmo razão é o chinoca aqui de cima! concordo em absoluto com o que ele alí escreve :D

    Já agora Fio explica lá como é que calculas um 3º andar???? confesso que fiquei curiosa ...hehe

    ResponderEliminar
  6. ó pá rapariiiiga eu tenho uma visão clínica para estas coisas..

    pelo tamanho dos tomates, a orientação das folhas da nespereira, o galho preponderante do limoeiro a apontar para leste, a obliquidade do mangericão e o numero de folhas das alfaces, só pode ser mesmo um 3º andar, não se vê logo

    :|

    :)

    beijocas

    ResponderEliminar
  7. ó ka, já experimentaste copiar essa lenga-lenga do chinês e colocar no tradutor do google?

    experimenta lá e vais ter uma surpresa, eheh

    :)

    ResponderEliminar
  8. Este comentário foi removido por um administrador do blogue.

    ResponderEliminar
  9. É a melhor resposta para combater a crise, aliar-se ao latinfúndio, ou antes ao mini-nano-micro-latifúndio, what ever!

    ResponderEliminar
  10. Chamar besta ao pobre do limoeiro!!! parece um frequentador de taberna, tadinho!

    ResponderEliminar
  11. Enfim, já percebi que o jeito para a horticultura não abunda por aí! Já pensaste no prejuizo se em vez de uma varanda tivesses um latifúndio, ahn? Bom, OK, nesse caso podias pôr uma hortelão a tratar do assunto e talvez conseguisses melhores colheitas... :)

    Essa do espantalho lá do escritório, o difícil deve ser escolher...

    Beijocas!

    ps - já coloquei a solução da adivinha lá no canto! ;)

    ResponderEliminar
  12. Hum... a agricultura não está a correr bem... mas vamos ficar a torcer pelas alfaces! :D

    Bjs

    ResponderEliminar
  13. É por isso que não me dedico à horticultura, so à floricultura ... tudo são flores nas minhas mãos. ;)

    ResponderEliminar
  14. Ora bem, vamos cá a contas:

    - Tomate: além do tra la la também precisam de adubo, foi o caso?

    - Nespereira: já pensaste no Ph da terra? Pode estar a atrofiar a árvore...

    - Limoeiro: o meu está grande e frondoso e nem vê a sombra da lua. O teu precisa de uma boa poda, dá para ver. E de adubo, também! As folhas estão amarelas.

    - Mangericão: a minha inveja, não consigo que o meu vingue. Vou seguir o teu conselho e metê-lo na terra sem vaso.

    - Alfaces: aconselho-te a arranjares umas cobertinhas de plástico para o Inverno.

    E quanto a hortaliças estamos conversados ;-)

    Beijocas e bom fim-de-semana :)

    ResponderEliminar
  15. A D O R O ! ! !
    é por isto que quero mudar o castelo para mais perto de ti. quero terra à volta para plantar tomates, alfaces, pimentos, whatever!
    cá para mim, leiga no assunto, o teu mal é esse: vasos.
    sabes que eu tenho uma nespereira no balcão da cozinha? ihih pois tenho! só folhas, claro. veio um carocinho com uma folhita miserável e já quase chega ao tecto! um dia destes mostro-te.
    temos que combinar um encontro, nós e Sandra. afinal, assim como quem não quer a coisa, já entrámos pela vida a dentro umas das outras, não é?
    beija! e bom fds!

    ResponderEliminar
  16. Ka,

    hum, sim bem visto. Deixá-los todos aqui ;)

    A embalagem dizia tomate cherry, mas se o do meio é um tomate cherry, vou ali já venho. Aquilo é tomate normal, mas mirradinho. Publicidade enganosa, é o que é!

    Beijos

    ResponderEliminar
  17. Fio,

    Já tive salsa e coentros, mas a minha varanda é demasiado ventosa e essa folhagem de cacaraca não gosta...Já a hortelã, ando há anos à espera que a minha progenitora se digne ofertar-me um pezinho para eu dispor. Há anos!!!

    Bem visto, é efectivamente um 3º andar!

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  18. Niagara Et Al,

    Na varandinha, como noutras áreas, a aridez do deserto tem deixado as suas marcas. (também tenho a tinta a estalar na varanda do outro lado...miséria!)

    Boa! Será que o novo ministro me dá um fundo especial para a sementeira de novo tomate?

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  19. Paulofski,

    Eu aliava-me de bom grado ao latifúndio. Conheces algum proprietário (de preferencia novo e não boçal)? ;)

    Beijocas

    ResponderEliminar
  20. Marta,

    Era a minha grande aposta o meu limoeiro...estou muito desapontada. Donde, o insulto fácil e inconsequente :)

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  21. Teté,

    Eu jeito até tenho algum, não tenho é sorte na vida! Eu limpo as folhinhas, trato delas com amor e carinho e só me saiem 'duques' destes...

    Miséria!!!
    Beijos

    PS: tenho de ir ver!!

    ResponderEliminar
  22. Carracinha,

    As alfaces ainda estão vivas, e a crescer. É desta!! :)

    Beijos

    ResponderEliminar
  23. Gi,

    Eu dedico-me a ambas...tenho um jasmim que é um mimo, uma hortense que há-de florir um dia, e uma roseira que dá uma rosa por ano. E as prímulas e petúnias na época e as bocas de leão (fora de época...don't ask!)É poucachinho, mas é o que há :)

    Beijocas

    ResponderEliminar
  24. Viajante,

    Obrigada, sinto-me muito melhor agora que já me humilhaste como agricultora...

    Não vês que não tenho protecção contra os elementos? o sol e o vento...

    Já pus umas protecções nas alfaces :) Estão muy formosas!!

    beijocas

    ResponderEliminar
  25. Maga,

    :) Boa, vamos ser vizinhas? Era fixe!!

    A minha nespereira tb foi um carocinho de uma que comi. É mesmo o meu bébé, germinou num copinho e mai não sei quê, como o abacateiro. e já está grandita, para o espaço qe tem. Mas sei que é só por graça, mesmo, não deve dar nada.

    Sim, já falei com a Sandrota sobre isso, vamos combinar sim!

    Beijinhos

    ResponderEliminar